terça-feira, 30 de novembro de 2010

Camilo Castelo Branco na Escola do Facho




No dia 16 de Novembro a Biblioteca "deslocou-se" à Escola do Facho para falar com os pequeninos da Educadora Olinda sobre Camilo Castelo Branco. Foi impressionante os conhecimentos que  mostraram ter sobre o autor e a sua obra "Amor de Perdição". Estes alunos têm uma parceria com o pré escolar de Seide, Famalicão, e preparavam-se para visitar a sua Casa Museu. Por este motivo, fomos falar com estes meninos e meninas que, de olhos sempre vivos, viram algumas imagens de Camilo e conversaram sobre a sua vida atribulada.


CAMILO CASTELO BRANCO
(texto trabalhado com uma turma  de  alunos do pré escolar da Escola do Facho)


Camilo Castelo Branco nasceu em Lisboa no dia 16 de Março de 1825 e foi um grande escritor português,
A sua vida foi sempre complicada e teve, até, algumas semelhanças com a história “Amor de Perdição”.
Casou-se com apenas 16 anos mas, como era muito instável, (separou-se e teve outras paixões que lhe trouxeram vários problemas).
Um dia apaixonou-se a sério por uma senhora chamada Ana Plácido. Só que ela casou-se com outro senhor e Camilo ficou muito triste.
Como Camilo gostava muito dela, não desistiu: fez com que Ana se apaixonasse por ele e raptou-a. Claro que o marido não gostou nada e como naquela altura não era permitido abandonar o marido, Camilo e Ana foram apanhados e colocados na prisão (na cadeia da relação do Porto).
Mas Camilo e Ana Plácido conseguiram o perdão do juiz e saíram da cadeia. Decidiram, então, ir viver para a casa de Camilo, em S. Miguel de Seide , em Famalicão. Quando o marido de Ana morreu, Camilo e ela casaram-se. Realmente Ana Plácido foi o grande amor da vida de Camilo.
Com o tempo, Camilo começou a ficar cego o que o deixou muito triste. Em 1890 suicidou-se. Tinha 65 anos.




quarta-feira, 17 de novembro de 2010

FEIRA DO LIVRO: uma pequena reportagem





.


 AS FADAS

As fadas...eu creio nelas!
Umas são moças e belas,
Outras, velhas de pasmar...
Umas vivem nos rochedos,
Outras, à beira do mar...

Algumas em fonte fria
Escondem-se, enquanto é dia, 
Saem só ao escurecer...
Outras, debaixo da terra,
Nas grutas verdes da serra,
É que se vão esconder...

O luar é os seus amores!
Sentadinhas entre as flores,
Ficam horas sem fim,
Cantando suas cantigas,
Fiando suas estrigas,
Em roca de ouro e marfim.

Umas têm mando nos ares;
Outras, na terra, nos mares;
E todas trazem na mão
Aquela vara famosa,
A varinha de condão!

Mas com tudo isto, as fadas
São muito desconfiadas:
Quem as vê não há-de rir,
Querem elas que as respeitem,
E não gostam que as espreitem,
Nem se lhes há-de mentir.

E têm vinganças terríveis! 
Semeiam coisas horríveis,
Que nascem logo do chão...
Línguas de fogo,que estalam!
Sapos com asas, que falam!
Um anão preto! Um dragão!

Quantas vezes, já deitado,
Mas sem sono, inda acordado,
Me ponho a considerar,
Que condão eu pediria,
Se uma fada, um belo dia,
Me quisesse a mim fadar...

Oh, se esta noite, sonhando,
Alguma fada, engraçando
Comigo (podia ser)
Me tocasse coa varinha
E fosse minha madrinha,
Mesmo a dormir, sem a ver...

E que amanhã acordasse
E me achasse... eu sei! me achasse
Feito um príncipe, um emir!...
Até já, imaginando,
Meus olhos se estam fechando...
Deixa-me já já dormir!

Antero de Quental


terça-feira, 16 de novembro de 2010

TAMBÉM É IMPORTAMTE "SONHAR"


Se o sono é importante, sonhar também o é. Não é verdade que o"o sonho comanda a vida"?
Lembremos uma história contada por Maria Emília Traça (1992):
Era uma vez um famoso físico chamado Albert Einstein, que um dia encontrou uma senhora extremamente desejosa de ver o seu filho triunfar numa carreira científica. A senhora pediu ao sábio que lhe desse conselhos sobre a educação do seu filho, em particular sobre o tipo de livros que lhe deveria ler.
– ‘Contos de fadas’, respondeu Einstein, sem hesitar.
– ‘Está bem, mas que deverei ler-lhe em seguida?’, perguntou a ansiosa mãe.
– ‘Mais Contos de fadas’, replicou o grande cientista acenando com o seu cachimbo como um feiticeiro que prenuncia um final feliz para uma longa aventura.”
DEIXEMOS AS NOSSAS CRIANÇAS SONHAR!



quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Continuando a falar de sono

No seu livro, "Os Mistérios do Sono"(adequado a um público adolescente), dizem as autoras: " Portugal é um país privado de sono. Essa privação em crianças e adolescentes, numa fase da vida em que há importantes processos de maturação do corpo e do cérebro, vai ter neles consequências muito negativas para o resto da vida, com riscos de doenças graves e crónicas como hipertensão, diabetes, obesidade, depressão e insónia. No presente tem graves implicações, não só na saúde como, também, no sucesso escolar e no bem-estar psicológico e social"

LÊ, AGORA, O QUE SE SEGUE. VÊ SE TE RECONHECES!

"Se ficas acordado até tarde;
Se mandas SMS até de madrugada;
Se estás com o PC ou a Playstation pela noite dentro;
Se fazes directas antes dos testes;
Se fazes noitadas e te deitas pela manhã;
Se andas com sono porque dormes pouco;
Se tens  insónias e não dormes bem;
Se ressonas;
Se o teu sono não é descansado;
Se adormeces em qualquer lado;
Se te acontecem coisas esquisitas à noite;
Se não consegues cumprir horários;
Se dormes bem e queres saber porquê
Este livro é para ti.

          


         (Aconselhado a leitores entre o 8 e os 12 anos)      
                                
"Dormes bem ou dormes mal?
És magro ou és gordo?
Estás com atenção ou adormeces nas aulas?
Sentes-te contente ou sentes-te infeliz?
Tens boas notas ou tens más notas?
Sabes que nisto tudo o sono pode ajudar?
Dormir é bom e faz bem!"



 
E PARA OS MAIS PEQUENINOS...

"Devemos deitar mais cedo?
Dormir é bom afinal?
Não é preciso ter medo?
Os sonhos não fazem mal?

Claro que não, meu amor
Dormir é bom e faz bem.
 
Se não dormires a valer
Vais ter mais constipações
É mais difícil crescer
E aprender as lições"

Conferência: O Sono em crianças e adolescentes







Estudos recentes comprovam que em Portugal as taxas de sonolência excessiva nos nossos estudantes tem um claro impacto no insucesso escolar. 
O Projecto Sono-Escolas procura responder a esta grave situação, propondo actividades, adequados a diferentes níveis etários, que as próprias escolas podem desenvolver no âmbito dos seus currículos.
São coordenadoras do Projecto a Prof. Doutora Teresa Paiva, médica neurologista, professora da Faculdade de Medicina de Lisboa, especialista em Medicina do Sono e autora de numerosos obras sobre o tema, e a Prof. Doutora Helena Rebelo Pinto, psicóloga, professora da Faculdade de Psicologia de Lisboa, especialista em Psicologia da Educação e autora de diversos programas educativos. O Projecto tem o apoio da Universidade de Lisboa e da sua Faculdade de Medicina, do Ministério da Educação, do Plano Nacional de Leitura e do Alto Comissariado para a Saúde.
As duas especialistas darão uma conferência, a convite do Departamento de Matemática e Ciências Experimentais da Escola Básica Integrada de Apúlia, no dia 14 de Dezembro, no Auditório Municipal de Esposende. A sessão terá a seguinte programação:
.  17.30h: recepção, apresentação dos livros e materiais de apoio;
. 18.30h: início da conferência proferida pelas Profs. Doutoras Teresa Paiva e Helena Rebelo Pinto;
.  20.00h: encerramento

terça-feira, 9 de novembro de 2010

A importância do sono

A Feira do livro chegou ao fim! Livros vendidos, número de visitantes, contas feitas... o saldo foi positivo.
Dos livros presentes na Feira, vamos destacar três das mesmas autoras, já que vão ser alvo de um trabalho da responsabilidade do Departamento de Matemática e Ciências Experimentais, com o qual a Biblioteca irá colaborar.
O tema do trabalho é "A importância do sono" e sobre ele as autoras Teresa Paiva e Helena Rebelo Pinto, com a colaboração da ilustradora Danuta Wojciechowska, já editaram três livros, pensando nas diferentes faixas etárias. São eles: "Os mistérios do sono", "O meu amigo o sono" e "Dormir é bom, Dormir faz bem".





quarta-feira, 27 de outubro de 2010

FEIRA DO LIVRO






Só agora regressámos ao nosso contacto através deste blog, o que não significa falta de assunto ou de trabalho. Bem pelo contrário!
Retomamos este espaço com a divulgação da nossa FEIRA DO LIVRO que decorrerá, na Escola, entre os dias 3 e 6 de Novembro. No dia 6, sábado, teremos, também, o tradicional Magusto, momento alto de convívio entre alunos, professores, encarregados de educação e funcionários.
Não deixem de participar!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Perdemos o escritor João Aguiar



Morreu o escritor João Aguiar

Morreu o escritor João Aguiar, o Tio João da série juvenil O Bando dos Quatro, vítima de cancro, foi um dos cultores em Portugal do chamado romance histórico.

Dizia-se um «monárquico não tradicionalista, justificava-o «por uma questão pragmática». O último romance que publicou – O Priorado do Cifrão – era uma charge ao mundo criado por Dan Brown.
Numa autobiografia irónica que escreveu para o jornal de Letras em 2005, João Aguiar concluía: «A minha vida não dava um livro, e ainda bem. Em compensação, o facto de os meus livros darem uma vida – boa ou má, não importa para o caso –, esse facto devo-o, em grande parte, aos momentos de não glória que acabo de relatar. E estou-lhes muito grato».


terça-feira, 1 de junho de 2010

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA


Hoje, comemora-se o Dia Mundial da Criança. Uma data muito importante para todos nós, pelo que já fomos e pelo que são todas as crianças a quem quotidianamente ajudamos a ser mais nesse mundo mágico de descoberta e sonho, que é a infância!

Feliz dia!


Para saber mais: Segue-se uma pequena recolha dos direitos fundamentais da Criança, para que os possas viver com mais razões.Vive intensamente cada um deles! Promove o seu respeito e aplicação! Podes consultar de forma mais completa em http://www.unicef.pt/




DIREITOS DA CRIANÇA







As crianças têm direitos!






Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adoptaram por unanimidade


a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), documento que enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais – os direitos civis e políticos, e também os direitos económicos, sociais e culturais – de todas as crianças, bem como as respectivas disposições para que sejam aplicados.


A CDC não é apenas uma declaração de princípios gerais; quando ratificada, representa um vínculo juridíco para os Estados que a ela aderem, os quais devem adequar as normas de Direito interno às da Convenção, para a promoção e protecção eficaz dos direitos e Liberdades nela consagrados.




Este tratado internacional é um importante instrumento legal devido ao seu carácter universal e tembém pelo facto de ter sido ratificado pela quase totalidade dos Estados do mundo (192). Apenas dois países, os Estados Unidos da América e a Somália, ainda não ratificaram a Convenção sobre os Direitos da Criança.


Portugal ratificou a Convenção em 21 de Setembro de 1990.


A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros


direitos das crianças:


• a não discriminação, que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial –


todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo.


• o interesse superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas as acções e decisões que


lhe digam respeito.






• a sobrevivência e desenvolvimento sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e


à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente.


• a opinião da criança que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos


que se relacionem com os seus direitos.


A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:


• os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados)


• os direitos relativos ao desenvolvimento (ex. o direito à educação)


• os direitos relativos à protecção (ex. o direito de ser protegida contra a exploração)


• os direitos de participação (ex. o direito de exprimir a sua própria opinião)


Para melhor realizar os objectivos da CDC, a Assembleia Geral da ONU adoptou a 25 de Maio de 2000 dois Protocolos Facultativos:


Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo à venda de crianças,


prostituição e pornografia infantis (ratificado por Portugal a 16 de Maio de 2003);


Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança relativo ao envolvimento de crianças


em conflitos armados (ratificado por Portugal a 19 de Agosto de 2003);

terça-feira, 25 de maio de 2010

Semana da Leitura - Autores Ingleses

No âmbito da Semana da Leitura o Grupo Disciplinar de Inglês realizou uma exposição na Biblioteca, proporcionando a toda a comunidade educativa o contacto e a descoberta literária de autores e de obras escritas na  língua de Shakespeare.


quarta-feira, 19 de maio de 2010

Semana da Leitura em imagens




Acontecendo...

Decorreu a Semana da Leitura entre os dias 19 e 23 de Abril. Esta iniciativa mobilizou a nossa comunidade escolar para participar em múltiplas  actividades. A diversidade, criatividade, partilha de experiências e de trabalhos marcaram positivamente esta semana. Agradecemos a participação de todos!



À conversa com a jovem Escritora Maria Esteves...




 

 
Sarau




Exposições


terça-feira, 13 de abril de 2010

Bblioteca Escolar - EB1/JI Agra - Fonte Boa

Biblioteca Escolar da EB1/JI Agra - Fonte Boa

No próximo dia 16 de Abril, será inaugurada a Biblioteca Escolar da EB1/JI Agra - Fonte Boa, inserida na rede de Bibliotecas Escolares.

Que este espaço potencie o contacto com o mundo dos livros e desperte o gosto pela leitura, ajudando a crescer, a formar, a descobrir e a divertir... 

Boas leituras!

SEMANA DA LEITURA



Vamos ler!...

Os livros são companheiros de viagens repletas de lazer, descoberta, conhecimento e partilha...
Entre os dias 19 e 23 de Abril, entra nesta viagem e descobre a riqueza que a leitura proporciona!

Entra nesta aventura!



terça-feira, 23 de março de 2010

O PRAZER DE ESCREVER A VÁRIAS MÃOS


Proposta de escrita em família




Para as férias da Páscoa, lançamos-te um desafio: dá asas à criatividade e escreve um conto (o tema é livre), em parceria com a tua família (pai, mãe, avós, irmãos...) e entrega-o na Biblioteca até ao dia 13 de Abril.
Os melhores trabalhos serão afixados e lidos durante a Semana da Leitura, que decorrerá entre 19 e 23 de Abril. Páscoa feliz e... bons "contos"!

terça-feira, 16 de março de 2010

Na Biblioteca à conversa com Sónia Louro



Sónia Louro


No dia 24 de Março, a escritora Sónia Louro estará na nossa Escola para falar da sua obra: "O Cônsul Desobediente".

As Palestras são dirigidas aos alunos do 6.º e 9.º anos.

Aparece!!! Contamos contigo!!!




Quem foi Aristides Sousa Mendes - (1885 - 1954)


Com a invasão da França pelas tropas nazis em Maio de 1940, a salvação possível para os judeus era abandonar o território e conseguir entrar num país neutral. Para isso precisavam de um visto. O cônsul português em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes estava proibido de emitir vistos a determinadas categorias de refugiados, sem autorização prévia do Ministério dos Negócios Estrangeiros, nomeadamente judeus e antifascistas que, por razões raciais ou ideológicas, eram considerados como indesejáveis. Contudo, este cônsul considerava estas normas racistas e desumanas. Por isso, contrariando as ordens de Salazar, passou milhares de vistos, salvando muitas pessoas de uma morte certa. A sua desobediência acabou por ser descoberta pelo Governo de Salazar e recebeu ordens para suspender a emissão de vistos, sob ameaça de procedimento disciplinar.


* 1907 - Licenciatura em Direito na Universidade de Coimbra
* 1910 - Cônsul de 2.ª classe em Demerara, na Guiana Britânica
* 1911 - Cônsul-geral em Zanibar
* 1918 - Tranferência para Curitiba. Promoção a cônsul de 1.ª classe
* 1921 - Direcção temporária do consulado em S. Francisco, Califórnia
* 1924 - Cônsul do Maranhão, Brasil
* 1926 - Regresso a Lisboa para prestar serviço na Direcção-Geral dos Negócios Comerciais e Consulares
* 1927 - Cônsul em Vigo, Espanha
* 1929 - Cônsul.geral em Antuérpia, na Bélgica
* 1936 - Condecorado pelo rei belga, Leopoldo III
* 1938 - Transferência para Bordéus, em França
* 1940 - Demissão do cargo de Cônsul por Salazar


Aristides Sousa Mendes continuou a receber refugiados na sua própria residência em Bordéus. Estes daí partiam para Portugal onde permaneciam mais uma vez na sua casa de Cabanas de Viriato, enquanto aguardavam para embarcar para outros continentes. Calcula-se que tenha salvo cerca de 30 mil pessoas.
Só mais tarde. em 1989, é que foi reconhecida a nobreza da sua atitude pela assembleia da República, condecorado a título póstumo com a Ordem da Liberdade, pelo Presidente da República Mário Soares.

Resumo retirado do Manual de História do 9.º ano. 

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010


C O N C U R S O S

CONCURSO “ILUSTRA UMA HISTÓRIA”
REGULAMENTO

1. O objectivo deste concurso é desenvolver nos alunos o gosto pela leitura e pelo desenho.

2. Este concurso é organizado pela equipa responsável pela Biblioteca e destina-se aos alunos dos 1º e 2º anos.

3. O concurso tem por base um powerpoint, da responsabilidade da BE, com um resumo        da história “A Menina do Mar”.

4. As inscrições serão feitas junta do (da) professor(a) titular de turma.

5. O trabalho a apresentar a concurso consiste na elaboração de desenhos que ilustrem a história. Podem ser utilizados materiais e técnicas variadas ( lápis de cor, marcadores guaches, colagem …).

6. As ilustrações da história serão feitas em folhas A4.

7. Todos os trabalhos terão de vir devidamente identificados.

 8. Os trabalhos são individuais.

9. Os trabalhos deverão ser realizados entre os dias 1 e 5 de Março.

10. O Júri será constituído por professores do Agrupamento.

11. Será premiado o melhor trabalho de cada Escola participante.

12. A cada aluno vencedor será atribuído um prémio e um diploma.

 

CONCURSO DE LEITURA 2010 (1º ciclo)
 REGULAMENTO

1. O objectivo deste concurso é estimular nos alunos a prática da leitura.

2. Este concurso é organizado pela equipa responsável pela Biblioteca e destina-se aos alunos dos  3º e 4º  anos.

3. O concurso tem por base a leitura do livro “A Menina d Mar” de Sophia de Mello B. Andresen.       

4. As inscrições serão feitas junto do professor titular da turma.

5. A prova de selecção será realizada em cada estabelecimento entre os dias 1 e 5 de Março.

6. A prova referida no ponto 5 é individual e terá a duração de 30 minutos.

7      Todos os trabalhos deverão vir devidamente identificados

8. O Júri de selecção será constituído por professores do Agrupamento.

9. Será  premiado um  trabalho de cada Escola participante.

10. O prémio a atribuir consistirá num livro.

11.   A todos os concorrentes serão atribuídos Diplomas de Participação


CONCURSO DE LEITURA 2010(2º ciclo)
REGULAMENTO

1. O objectivo deste concurso é estimular nos alunos a prática da leitura.

2. Este concurso é organizado pela equipa responsável pela Biblioteca e professores de Língua Portuguesa e destina-se aos alunos dos  5º e 6º  anos.

3. O concurso tem por base a leitura do conto “Um cheiro a Lúcia-lima”,                        do livro de Alice Vieira “Trisavó de pistola à cinta”       

4. As inscrições serão feitas na Biblioteca, recebendo cada participante, a título de empréstimo domiciliário, um exemplar do livro.

5. No dia 10 de Março, 4ª feira, pelas 10.20h, os alunos do 5º ano  prestarão uma prova onde será avaliada a leitura da obra. Os alunos do 6º ano prestarão a prova no dia 11 de Março, 5ª feira, às 14 horas. O 6ºD fará a prova às 14.30.

6. A prova referida no ponto 5 é individual e terá a duração de 30 minutos.

7. O Júri de selecção será constituído por professores da escola.

8. Serão premiados três trabalhos, um de cada ano de escolaridade.

9. O prémio a atribuir consistirá num livro.

10.   A todos os concorrentes serão atribuídos diplomas de participação.