terça-feira, 27 de outubro de 2009

MENSAGENS DE ALUNOS

A Biblioteca é um conjunto de novos horizontes.
Victor, 9º B
Um livro faz-nos viver
Um livro faz-nos sonhar
Basta virarmos a página
Que não paramos de imaginar.
Pedro Azevedo, 7º D

A nossa Biblioteca é uma boa biblioteca. Gosto de requisitar livros.
Rui, 6º C
A Biblioteca abre os nossos horizontes.
Joel, 6º C
Eu gosto muito da Biblioteca. É muito fixe e especial.
7º D
A Biblioteca faz-nos descobrir novos mundos.
Victor 9º B
Eu acho que é importante haver uma biblioteca na nossa escola porque temos um sítio sossegado para estudar.
Célia 8º C
Eu acho a nossa Biblioteca muito interessante.
Ana Rita, 5º C

Dia Internacional das Bibliotecas Escolares


Hoje assinalamos o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares e pedimos aos alunos que escrevam a sua opinião sobre a nossa BIBLIOTECA.


Entra neste desafio!




Federação Internacional das Associações de Bibliotecários e de Bibliotecas

MANIFESTO DA BIBLIOTECA ESCOLAR
(extracto)


MISSÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR

A biblioteca escolar disponibiliza serviços de aprendizagem, livros e recursos que permitam a todos os membros da comunidade escolar tornarem-se pensadores críticos e utilizadores efectivos da informação em todos os suportes e meios de comunicação. As bibliotecas escolares articulam-se com as redes de informação e de bibliotecas de acordo com os princípios do Manifesto da Biblioteca Pública da UNESCO.

A equipa da biblioteca apoia a utilização de livros e outras fontes de informação, desde obras de ficção a obras de referência, impressas ou electrónicas, presenciais ou remotas. Estes recursos complementam e enriquecem os manuais escolares e os materiais e metodologias de ensino.

Está comprovado que quando os bibliotecários e os professores trabalham em conjunto, os alunos atingem níveis mais elevados de literacia, de leitura, de aprendizagem, de resolução de problemas e competências no domínio das tecnologias de informação e comunicação.

As bibliotecas escolares devem disponibilizar os seus serviços de igual modo a todos os membros da comunidade escolar, independentemente da idade, raça, sexo, religião, nacionalidade, língua e estatuto profissional ou social. Aos utilizadores que, por qualquer razão, não possam utilizar os serviços e materiais comuns da biblioteca, devem ser disponibilizados serviços e materiais específicos.

O acesso aos serviços e fundos documentais deve orientar-se pela Declaração Universal dos Direitos e Liberdades do Homem, aprovada pelas Nações Unidas, e não deverá ser sujeito a nenhuma forma de censura ideológica, política ou religiosa ou a pressões comerciais.



OBJECTIVOS DA BIBLIOTECA ESCOLAR

A biblioteca escolar é parte integrante do processo educativo.

Os objectivos seguintes são essenciais ao desenvolvimento da literacia, das competências de informação, do ensino - aprendizagem e da cultura e correspondem a serviços básicos da biblioteca escolar:

apoiar e promover os objectivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo da escola;
criar e manter nas crianças o hábito e o prazer da leitura, da aprendizagem e da utilização das bibliotecas ao longo da vida;
proporcionar oportunidades de utilização e produção de informação que possibilitem a aquisição de conhecimentos, a compreensão, o desenvolvimento da imaginação e o lazer;
apoiar os alunos na aprendizagem e na prática de competências de avaliação e utilização da informação, independentemente da natureza e do suporte, tendo em conta as formas de comunicação no seio da comunidade;
providenciar o acesso aos recursos locais, regionais, nacionais e globais e às oportunidades que confrontem os alunos com ideias, experiências e opiniões diversificadas;
organizar actividades que favoreçam a consciência e a sensibilização para as questões de ordem cultural e social;
trabalhar com alunos, professores, órgãos de gestão e pais de modo a cumprir a missão da escola;
defender a ideia de que a liberdade intelectual e o acesso à informação são essenciais à construção de uma cidadania efectiva e responsável e à participação na democracia;
promover a leitura, os recursos e serviços da biblioteca escolar junto da comunidade escolar e fora dela.

APLICAÇÃO DO MANIFESTO

Os governos, por intermédio dos Ministérios da Educação, são convidados a desenvolver estratégias, políticas e planos que apliquem os princípios deste Manifesto. Devem ainda prever a difusão do Manifesto nos programas de formação inicial e contínua de bibliotecários e de professores. Incentivam-se todos os responsáveis a nível local e nacional e a comunidade de bibliotecários em todo o mundo a aplicar os princípios deste Manifesto.

O Manifesto foi preparado pela Federação Internacional das Associações de Bibliotecários e de Bibliotecas e aprovado pela UNESCO na sua Conferência Geral em Novembro de 1999

Publicado pelo Ministério da Educação de Portugal
Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares