sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

CONCERTO DE NATAL


No Próximo dia 18 de Dezembro, pelas 17.00h, decorrerá na Igreja Matriz de Apúlia o concerto de Natal dos nossos alunos do 5ºA e 6ª A (juntamente com alunos das Marinhas) que frequentam o Ensino Articulado de Música.

ESPETÁCULO A NÃO PERDER!

FELIZ NATAL E... BOAS FÉRIAS





segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

O NATAL ESTÁ NO AR

 As férias aproximam-se, os testes já estão feitos e dá vontade 
de ficar no quentinho do sofá a ler um livro. Aqui ficam algumas sugestões 
com espírito natalício.
  
                                                 
http://youtu.be/DJJUm5Z9azM


                   


                                                                                             


BOAS LEITURAS

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

8 DE DEZEMBRO: DIA DA IMACULADA CONCEIÇÃO



A Igreja Católica celebra a 8 de dezembro o dia da Imaculada Conceição de Maria Santíssima. É uma festa que se situa no início do ano litúrgico, Tempo do Advento, iluminando o caminho da Igreja rumo ao Natal.
O dogma Imaculada Conceição de Nossa Senhora foi proclamado pelo Papa Pio IX, em 1854, com a bula Ineffabilis Deus.
Nos anos 700 esta celebração já existia no oriente. Em 1570, Pio V publicou o novo Ofício e em 1708 Clemente XI estendeu a festa, tornando-a obrigatória a toda a cristandade.
Em Portugal, o culto foi oficializado por D. João IV, primeiro rei da dinastia de Bragança que, em Vila Viçosa, perante a imagem de Nossa Senhora da Conceição, ofereceu Portugal à Mãe Imaculada de Jesus, depondo a coroa real aos pés da Rainha do Céu que, doravante, seria também a Rainha de Portugal. Nossa Senhora da Conceição passou a ser, desde então, Padroeira de Portugal.
Depois desse grande momento, os reis seus sucessores nunca mais usaram a coroa real.
Artigo retirado  do site www.cm-vilavicosa.pt/ (adaptado)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

DEZEMBRO: O NATAL JÁ ESTÁ NO AR!

Neste Natal aprende a voar como as renas do Pai Natal. Se puderes, vai ao cinema e diverte-te a ver "Niko na terra do Pai Natal".
Nos cinemas a 22 de dezembro.


Se quiseres saber mais sobre o filme vai a http://www.valentim.pt/niko/index.html

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

1º DE DEZEMBRO

Se quiseres saber mais sobre esta época da História de Portugal, requisita, na Biblioteca, este livro. De uma forma agradável vais juntar-te aos heróis da história e viver a fantástica aventura que foi a Revolução de 1 de Dezembro de 1640.
O Sabor da Liberdade
Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

Colecção «Viagens no Tempo», n.º 9
Resumo/apresentação:
Portugal esteve unido a Espanha 60 anos. Durante esse tempo foi governado pelos reis Filipe II, Filipe III e Filipe IV, que viviam em Madrid. A situação não agradava, houve tentativas de revolta fracassadas, mas no ano de 1640 um grupo de nobres resolveu preparar um golpe surpresa, restaurar a independência e aclamar um rei português. Ana, João e Orlando chegam a Lisboa poucos dias antes de a revolução estalar. Instalaram-se no palacete da família Corrêa e acabaram por tomar parte não só nos romances e problemas daquela gente e das suas vizinhas de bairro mas também no grande acontecimento que mudou a história do País.

Se és curioso e o assunto te interessa procura em:

Se quiseres aprender a brincar entra nestes jogos. Vais divertir-te.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

1 DE DEZEMBRO DE 1640

Amanhã, 1 de Dezembro, comemora-se a independência de Portugal após 60 anos de domínio espanhol (1580 a 1640)

domingo, 27 de novembro de 2011

FADO RECONHECIDO COMO PATRIMÒNIO IMATERIAL DA HUMANIDADE


O fado é Património Imaterial da Humanidade segundo decisão hoje tomada durante
o VI Comité Intergovernamental da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

JOGOS EM FAMÍLIA

Está aberto o 1º jogo. Inscreve-te na Biblioteca, levanta a tua folha e entrega-a até o dia 2 de Dezembro. Toda a família pode participar: pais, filhos, avós... serão bons momentos para aprender, brincar e estar com a família.
PARTICIPA

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

EXPOSIÇÃO "COMENIUS"

Na última semana, a Escola de Apúlia foi visitada por um grupo de professores e alunos das cidades de Poio (Espanha) e Piestany (Eslováquia), que, com Apúlia, formam o grupo de trabalho do nosso projeto Comenius. Para os receber, e para dar a conhecer à comunidade educativa algumas curiosidades sobre os três países e cidades, a Biblioteca preparou uma pequena exposição e um guião de exploração, que serviu de jogo, no sábado, festa de S. Martinho, e está agora a ser visitada por todas as turmas da Escola.





sexta-feira, 11 de novembro de 2011

DIA DE S. MARTINHO

Pelo S. Martinho semeia a fava e o linho.
Se o Inverno não erra o caminho, tê-lo-ei pelo S. Martinho.
Se queres pasmar o teu vizinho, lavra, sacha e esterca pelo S. Martinho.
No dia de S. Martinho, vai à adega e prova o vinho.
No dia de S. Martinho, castanhas, pão e vinho.
No dia de S. Martinho com duas castanhas se faz um magustinho.
Dia de S. Martinho, fura o teu pipinho.
Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho.
Do S. Martinho ao Natal, o médico e o boticário enchem o bornal.
Pelo S. Martinho, abatoca o teu vinho.
Pelo S. Martinho, mata o teu porquinho e semeia o teu cebolinho.
     Pelo S. Martinho, todo o mosto é bom vinho.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Quem foi COMENIUS?


             Mestre, cientista, escritor e eclesiástica protestante.

Nasceu no dia 28 de março de 1592, na Morávia atualmente território da República Checa.
Ficou órfão aos 12 anos e foi criado sem afeto, com a imagem terrível do professor despótico, as lições pretensamente dogmáticas, dotadas de uma verdade absoluta, as temidas palmatórias e a característica severidade da época.
Estes elementos compõem a infância e a juventude de Comenius, e é justamente a forma como eles marcam seu espírito que o levam a desenvolver os alicerces do que ele considera a Didática Moderna, sistematizada na sua obra principal Didática Magna. O escritor converte-se, então, no primeiro educador ocidental a privilegiar a interação entre os pólos instrução/aprendizagem, do ponto de vista das distinções entre estes princípios,  teoria, sem dúvida, inovadora para a época.
Em 1628 vai para a Polónia exilando-se dos assédios da intolerância religiosa. Aí o elabora panfletos de natureza religiosa, estimulando seus companheiros de fé. popularidade do seu sistema de ensino reafirma a igualdade de direito de todos os indivíduos no acesso ao conhecimento. Ele propõe a educação concreta e persistente, uma pedagogia veloz, econômica e sem esforço excessivo; a instrução com base na vivência quotidiana de cada um; o saber científico e artístico integral; o ensino congregado em um todo.
Os seus ideais permitiram o surgimento, 300 anos depois, de um órgão como a UNESCO.