terça-feira, 2 de dezembro de 2014

A OVELHA QUE FAZIA MÚUU

Isabel Fernandes Pinto esteve ontem, dia 1 de dezembro, nas bibliotecas da EB Apúlia e de Agra/Fonte Boa.
Nas duas sessões encantou os nossos alunos mais novos da pré-primária e 1º ano das escolas da EB Apúlia, Facho, Criaz, Fonte Boa e Rio Tinto, com a apresentação do seu livro "A ovelha que fazia múuu". A história desta ovelhinha, diferente das restantes do rebanho, foi recriada pela autora que contou com a  "ajuda" de todos os pequeninos que encheram as duas bibliotecas. 

                   

Isabel Fernandes Pinto

Isabel Fernandes Pinto nasceu no Porto, em 1980. É licenciada em Estudos Teatrais pela ESMAE IPP, tendo complementado a sua formação de atriz no Laboratoire de Recherches Théâtrales, sediado em Estrasburgo. É também licenciada em Arquitetura pela FAUP, tendo colaborado em gabinetes nacionais e franceses. É atriz, contadora de histórias e autora de contos e textos para teatro. Em 2005 criou o projeto Faunas – teatro portátil dirigido a jovens – onde escreve, encena e interpreta, que tem levado a várias escolas, bibliotecas e auditórios.

A Ovelha que fazia múuu

Esta ovelha apareceu na aldeia de Campo Benfeito, distrito de Viseu. Começou a rondar a imaginação da sua inventora quando ela percebeu que, de um outeiro da serra do Montemuro, o céu era diferente todas as manhãs e que, ao fim da tarde, no regresso dos trabalhos e dos pastos, as ovelhas baliam de formas distintas. Pensou então que o som homogéneo de um balido igual não existe, senão numa leitura distante das coisas reais. Foi então que a ovelha que fazia múuu lhe apareceu e veio mostrar que ser diferente não é um problema. É apenas ser o que se é. “
Fonte: contracapa do livro


Sem comentários:

Enviar um comentário